quinta-feira, 29 de maio de 2014

Coisas parvas

O Marido já me ofereceu o perfume Gucci GUILTY (ótimo, por sinal) e, ontem ofereceu-me o livro de Paulo Coelho "ADULTÉRIO"... Já lhe perguntei se alguma coisa que ele me queira contar!! :)

É oficial...

Tenho 36 anos acabadinhos de fazer e, inscrevi o meu filho mais velho na escola primária (1° ciclo, porra!)... É oficial, sinto-me velha. Ai.

terça-feira, 27 de maio de 2014

O último suspiro...

... dos meus 35 anos... Caramba, será que não dá para carregar no botão "pause" da vida durante, sei lá, uns 20 anos? Se inventaram as gravações automáticas dos últimos 7 dias da TV Cabo, porque é que ainda não inventaram uma máquina dessas para a nossa vida? Gostava de voltar ao último dia em que falei com a minha avó antes dela me morrer e, de ter ficado com ela em vez de ir para a Grécia; gostava de voltar a sentir o nervoso feliz do dia do meu casamento; gostava de voltar a um dos meus dias despreocupados de estudante (sim, fui um bocadito baldas); gostava de voltar a sentir o cheirinho do Tomás e da Mafalda recém nascidos; gostava de ter conseguido atirar com um sapato ao marido, pelo ar descontraído com que estava, enquanto a Mafalda nascia e eu sofria à bruta (à primeira estava aflito, à segunda não lhe custou nadinha!); gostava de poder ir dizer à adolescente parva que fui, que a rebeldia não é fixe; gostava de "engarrafar" os momentos bons da minha vida passada (que, felizmente foram muitos) e poder revivê-los, sempre que me apetecesse. O presente não é tão despreocupado, muito menos rebelde, mas também não é sofrido, muito pelo contrário. Tenho 2 filhos e um marido, que amo do fundo do coração; pais, irmãs, sobrinhos, sogros e cunhado/as, que são as minhas fundações  e os meus amigos que são os meus pilares de sustentação (mana, corrige-me se estiver errada)... Pronto e com esta conversa toda, deixei de ter 35 anos.. Parabéns para mim. :)

segunda-feira, 26 de maio de 2014

O meu filho é uma comédia #especial eleições

Odeio política, odeio mesmo... Acho que mudam-se as siglas e o mal continua lá. 
Mas, fui votar e eu levei o Tomás (o pai levou a Mafalda). O Tomás começou a perguntar o que é que eu ia fazer. Eu disse que ia votar. A pergunta seguinte que se impunha era o significado de votar. Expliquei que era um direito que tínhamos, de escolher quem nos governa ou representa. E o que é governar? Simplificando e, porque já me estavam a pedir o nome na zona de voto, atirei com um "É para escolher quem vai mandar em nós!". E o Tomás, não se ficando: "Mas, tu queres que alguém mande em ti?"
Mas, vou ter mesmo que explicar política ao meu filho? E, como fazê-lo sem dizer 2 ou 3 palavrões? 

Que fizeste no domingo, Beta?

Almoçamos com os sogros, votamos (eu e o Tomás; o pai e a Mafalda, fizemos parcerias na escolha) e estive de volta da cozinha da minha mini gaja... Assim que estiver pronta, venho cá dar os devidos créditos... (eu sei que a porcaria do cinzento está esquinado, mas foi o que saiu!! Já estava fartinha de pinturas... O espertalhão do pai ainda perguntou se eu sabia o que eram réguas!)

sexta-feira, 23 de maio de 2014

My big sister

Ontem a minha irmã contou-me que, na fábrica onde trabalha, lhe caíram bobines muito, muito pesadas em cima de um pé. Não partiu nada, apesar do pé doer e estar negro. Mas, eis que me conta que a única pessoa que estava perto dela, era um homem (?), a quem nunca ouvem falar, que é um mal disposto de primeira categoria! E, o que é que esta alma faz, quando vê a minha irmã aflita, a pedir-lhe ajuda e a tentar tirar as bobines de cima do pé? Vira costas e vai-se embora. E eu que até sou uma pessoa que gosta de ajudar o próximo e, fico doente com sofrimento alheio e mimimi, tive a seguinte reação visceral:
- Essa besta, devia era ficar com os t#mates presos em algum lado e ninguém o ajudar. 
Uma pessoa sabe que existe maldade, mas quando se depara com ela, não consegue deixar de ficar espantada, caramba!

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Prioridades

Ando a precisar de umas peças de roupa giras, para a estação quente que se avizinha (pelo menos é o que esperamos, não é o que se vê!), assim ao nível de camisolas frescas, calças e umas sandálias ou sabrinas. Das últimas 3 vezes que fui ao shopping, voltei com 1 vestido de praia, 1 kafkan de praia, 2 biquinis, 1 chinelos (mais apropriados para férias e fins de semana), 1 saia comprida (também mais apropriada para férias e fins de semana). Ontem, comentei com o marido, que estava com vontade de começar a fazer já a mala... Posto isto, nem se nota muito que só penso nas férias, pois não? Falta 1 mês... Keep calm e aguenta-te até lá, Beta... 

terça-feira, 20 de maio de 2014

Nascida a 27 de Maio

Falta exatamente 1 semana para o meu 36º aniversário! 
Adoro fazer anos, mas quando começo a pensar no número em si, deprimo! É oficial, já estou com uma perninha a cair para os 40 anos. (a minha irmã, que é uma bruta querida, diria já que estou com as 2 perninhas a tombar para os 40). Antes dos 35 anos, pensamos que os 40 ainda vêm longe, estamos mais próximos dos 30, que dos 40. Agora, os "entas" estão já ali ao virar da esquina.
Já avisei o marido que estou com uma crise de meia idade e, que se aparecer lá em casa a conduzir um descapotável, para não estranhar!
Este ano,  vou fazer uma festa de anos, para a família mais chegada e os amigos do coração. Sugestão de prendas: um facelift (as rugas, ai as rugas), uma abdominoplastia e mamoplastia (pqp a barriga e as mamas e o efeito da gravidade), uma volta ao mundo num navio de cruzeiro (tanto mundo para ver e, cada vez menos tempo!!), um descapotável (para olharem para o carro e eu parecer uma gaja boa a conduzir um carrão). Se não encontrarem nada disto assim numa semana, que eu sei que é um pouco em cima do acontecimento, dêem-me muito mimo, porque estou MESMO a precisar!

Dúvida existêncial

Ontem, o pai atirou um:
- "A miúda está cada vez mais parecida contigo!"
E eu fiquei na dúvida se era por a miúda ser gira, ou se era por ser gordinha!! :)

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Mafaldês - update

Mafaldinha já diz mais umas palavras:
ta tá - já está
colho - colo
piu piu - para tudo que tenha bico e, às vezes para o cão... 

quarta-feira, 14 de maio de 2014

Pauzinhos

O Tomás é esquisito a comer. Muito esquisito. Aparentemente almoça muitíssimo bem na escola mas, em casa, ao jantar, volta que não volta torce o nariz à comida e, come sopa, muita sopa, acompanhada de grissinos e queijo.
Ontem, estava com 2 grissinos na mão, a tentar apanhar o feijão verde da sopa. Não estando a ser bem sucedido, suspirou:
- "É muito difícil comer com pauzinhos, como os franceses!"

Oi? Franceses? Queres dizer, chineses? :) Chega-te aqui à mãe e, vamos lá falar de culturas e geografia!! 

WTF??

Uma noite destas, depois de ter estado a jogar à bola no jardim, comigo e com a irmã, a jogar no tablet e no meu telefone, de ter estado a ver bonecos, a fazer construções de legos, etc, lembrou-se que queria tirar as almofadas do sofá e fazer uma tenda com elas. Como se aproximava a hora de o deitar e, sabendo para quem ia sobrar a tarefa de arrumar as almofadas, disse-lhe NÃO. Amuou, choramingou, atirou-se para o sofá e, atirou-nos um:
"Vocês não me deixam fazer nada, qualquer dia, mudo de família!"

Já percebi, não é possível agradar a gregos e a troianos!! 

segunda-feira, 12 de maio de 2014

Noite sem filhos

Foi na 6ª feira e soube mesmo bem! Jantar, regado com caipirinhas, ver montras sem pressa, conversa enquanto jantamos, mão dada no escurinho do cinema e, noite sem ser acordados. Ma-ra-vi-lho-so. (Obrigada à sogrinha, que patrocinou a noite, ao ficar com os 2 miúdos e, ter passado uma parte da noite acordada, porque Madame Mafalda fez fita para dormir - ela que até costuma dormir a noite quase toda!)
Bom, o filme escolhido foi este e, dou-lhe 5 pontos em 10. Valeu pela companhia, a quem dou 10 pontos, em 10.. :)

Partes pudendas

Tomás, com pouco mais de 2 anos, enquanto tomávamos banho - Mamã, mas porque é que não tens pila?
E, a mamã explicou.

Tomás, com quase 6 anos - Mãe, já ficaste com a tua pila entupida? 

Será que não me expliquei bem?? :)

------------------

Enquanto lhe dava banho, o Tomás desabafa - Mãe, gostas destas 2 coisas que eu tenho aqui por baixo da pila?
Mãe (assim apanhada de surpresa) - Gosto. Porquê?
Tomás, a chorar - Porque eu não gosto, é muito feio!
E a mãe explicou que era ali que estavam as sementinhas que faziam os bebés... 

-----------------

Raispartam o pai, que nunca está em casa para explicar estas coisas, na ótica do utilizador.
Quando aparecer o período à miúda, mando-a ir falar com o pai... Só por causa das coisas!

segunda-feira, 5 de maio de 2014

Dia da Mãe

Caramba, para além de ter filhos lindos e maravilhosos, oferecem-me coisas lindas. Sou uma sortuda!

quinta-feira, 1 de maio de 2014

A feira das vaidades

Ainda que os óculos lhe fiquem grandes e a cair do nariz, não os tira nem à força!